terça-feira, 8 de agosto de 2017

Goiânia tem Boneca Waldorf Articulada em setembro.

Escola Ensino Vivo convida:
Oficina 
O brincar de bonecas como prática social e a construção da boneca waldorf articulada 
Dias 4, 5 e 6 de setembro de 2017 
Segunda-feira, 4 de setembro, das 18h às 22h30
Terça-feira, 5 de setembro, das 18h às 22h30
Quarta-feira, 6 de setembro, das 18h às 22h30
Especialmente concebida para aqueles que querem ampliar seus conhecimentos da estética waldorf do brinquedo.

A boneca que iremos construir tem tem 30 cm de altura, articulação, nariz e novas propostas para a tecelagem do cabelo.

Inscrições e mais  informações:


Lorena 98129-8622

Carina 98442001

Nina Veiga Atelier de Educação:


032991131748 (Tim e Whatsapp)


Local:


Escola Ensino Vivo
Endereço: rua 147, quadra 56, lt. 5/6 - Setor Marista - Goiânia-Goiás
Fone: 99941-3366 


Investimento:

455 reais em até 3 vezes no cartão.


Não deixe de fazer a oficina por questões financeiras!
Entre em contato e organize uma maneira de participar.


Faça sua reserva, vagas limitadas!



No conceitual da oficina, ampliaremos as questões que começam a aparecer quando da aproximação e entrada da criança no segundo setênio:

O conceito do belo e sua multiplicidade
A diversidade multirracial e multicultural
As diferenças e as normopatias
O brincar de bonecas como atividade social
A brincar de bonecas como preparação para o cuidado de si e do outro

A proposta é a constituição de uma estética que celebre a diferença e que faça da boneca um veículo ético-política de afirmação do múltiplo na existência.


Além disso, estaremos focando na metamorfose do brincar junto às forças que constituem a criança entre 5 e 14 anos.

Sobre Nina Veiga:

Ana Lygia Vieira Schil da [Nina] Veiga, doutora em educação é escritora e educadora Waldorf, com oficinas e workshops ministrados em diversos países e no Brasil. Há mais de vinte anos, em seu atelier pedagógico-terapêutico, além de peças e instalações na arte do fio, cria brinquedos inspirados no conhecimento antroposófico, levando em conta a imagem ampliada do ser humano e as necessidades da criança contemporânea. Valoriza o trabalho das mãos em contato com materiais e concepções que possibilitem a composição de uma ética, de uma estética e uma política que promova a vida de qualidade. Mestre em Cultura e Linguagem e psicopedagoga artística, doutorou-se pela Universidade Federal de Juiz de Fora e Universidade de Lisboa. É investigadora das artes-manuais no IELT, Instituto de Estudos de Literatura Tradicional, da Universidade Nova de Lisboa. Desenvolve trabalhos de formação pessoal e oferece suporte a bonequeiras que queiram se tornar profissionais no Brasil e no exterior. Suas oficinas associam o saber teórico-conceitual, o ativismo social pela infância e pelo brincar às artes manuais como modo de existir e ação de sustentabilidade planetária.



Conheça mais:

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Brasília tem Boneca Waldorf em setembro

PENSAR E SENTIR A CRIANÇA AO FAZER A BONECA WALDORF
Ao confeccionar uma boneca, uma parte do nosso coração vai para ela, dando-lhe uma alma que é prontamente sentida pela criança.


Enquanto construímos uma Boneca Waldorf, entramos em contato com a concepção estética antroposófica e conceituamos as fases de desenvolvimento da criança em sua adequação ao brinquedo.

“Quando pais e mães constroem os brinquedos para os filhos mostram que o mundo não está pronto, apenas para ser consumido, mas que ele ainda pode ser inventado”.

Será construída uma boneca de pano de 30 cm, de lã de carneiro e algodão.

Informações Gerais:

Nossa oficina fornece todo o material e a boneca termina vestida, calçada e enfeitada.

Não é somente uma oficina técnica, pois associa, segundo a tradição antroposófica, o pensar e o sentir ao processo da confecção (fazer/querer).

Na parte conceitual o programa inclui:

- Pensar sobre as fases do desenvolvimento da criança em sua relação com o brincar.
- Sentir como a confecção da boneca atua no processo autoeducativo de quem a faz.
- Fazer uma boneca de pano, inspirada na concepção estética antroposófica.

----
Data: 2 e 3 de setembro de 2017
Duração: 20 horas/aula.  

Horário:
Sábado, das 8h30 às 18h30
Domingo, das 8h30 às 18h30

Local: 

Condomínio Mansões Itaipu
Jardim Botânico
Brasília - DF​
Contato
(61) 99816-2015

Docente:
Ana Lygia Vieira Schil da [Nina] Veiga é doutora em educação, escritora e educadora Waldorf, com oficinas e workshops ministrados em diversos países e no Brasil. É idealizadora e coordenadora da Pós-Graduação em Artes-Manuais para a Educação. Há mais de vinte anos, em seu atelier pedagógico-terapêutico, além de peças e instalações em arte do fio, cria brinquedos inspirados no conhecimento antroposófico, levando em conta a imagem ampliada do ser humano e as necessidades da criança contemporânea. Valoriza o trabalho das mãos em contato com materiais e concepções que possibilitem a composição de uma ética, de uma estética e uma política que promova a vida de qualidade. Mestre em Cultura e Linguagem e psicopedagoga artística, doutorou-se pela Universidade Federal de Juiz de Fora e Universidade de Lisboa. É investigadora das artes-manuais no IELT, Instituto de Estudos de Literatura Tradicional, da Universidade Nova de Lisboa, em Portugal. Desenvolve trabalhos de formação pessoal e oferece suporte a bonequeiras que queiram se tornar profissionais no Brasil e no exterior. Suas oficinas associam o saber teórico-conceitual, o ativismo social pela infância e pelo brincar às artes manuais como modo de existir e à ação de sustentabilidade planetária.

Conheça mais: